Coelho Dizeres Computador
[X] Fechar

Já conhece a NewsLetter do CoelhoDePrograma? Clique aqui e assine!

Só demora 30 segundos para se cadastrar e você recebe nossas notícias por email!

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

7 hábitos de corredores eficientes
Enviar por email Compartilhe no Twitter

segunda-feira, 18 de junho de 2018 - 09:50
kenyan runnersFala, galera!

A grande maioria dos corredores, depois de um tempo praticando a corrida, começam a imaginar meios de melhorar em algum aspecto, seja diminuindo tempos, aumentando distâncias, etc.

Se você é desses, este artigo, do excelente site Competitor.com, pode te dar aquela forcinha.

Bora dar aquela lidinha básica? mrgreen

1. Definem vários tipos de metas.

As metas variam e provavelmente mudarão conforme você melhora e ganha mais experiência na corrida. Corredores mais novos podem querer simplesmente completar uma distância pela primeira vez, enquanto corredores mais experientes podem se concentrar em bater um recorde pessoal. Independentemente das suas intenções, existem dois tipos de objetivos: metas de resultado e metas de processo. Corredores altamente eficazes reconhecem a importância de ambos.

Metas de resultado são no que a maioria das pessoas pensa quando fala sobre definição de metas. Elas são o resultado pretendido de todo o seu trabalho duro e preparação e são específicas (por exemplo, perder peso, terminar a corrida) e mensuráveis (por exemplo, terminar em 2 horas, ficar num top 5 na faixa etária). Pensar nos objetivos do resultado induz excitação e nervosismo. Mas eles também estão fora do seu controle. E sejamos honestos, se você soubesse exatamente o quão rápido você ia correr no dia da corrida, muita diversão seria tirada de toda a experiência. Isso é o que torna as metas de resultados tão empolgantes. E estressantes.

Igualmente - ou até mais importantes - do que metas de resultado são metas de processo. Eles não são tão excitantes e provavelmente não vão te deixar nervoso quando você pensa nelas. Mas a grande notícia é que as metas do processo, ao contrário das metas de resultado, estão completamente sob seu controle. E quanto mais você conseguir com regularidade, mais confiança você ganhará.

Esses dois tipos de metas estão vinculados. Quanto mais você for bem-sucedido em cumprir suas metas de processo - ações habituais que você pode fazer todos os dias, como dormir 8 horas por noite, fazer escolhas saudáveis na hora das refeições, fazer exercícios de fortalecimento diário, etc. -, melhor você vai se preparar para atingir suas metas de resultados.

2. Gostam do processo.

Muitos corredores cometem o erro de estabelecer apenas metas de resultado e sua ideia de sucesso ou prazer depende de atingir um tempo desejado em treinos ou corridas ou garantir uma determinada colocação no dia da corrida. Isso pode induzir pressões desnecessárias e levar à frustração e sentimentos de fracasso se esses objetivos não forem alcançados, matando assim o fator diversão em uma de nossas atividades favoritas.

Corredores altamente eficazes apreciam o processo contínuo de treinamento e competição.


Mesmo que as corridas tendam a ser a culminância de semanas ou meses de treinamento, a realidade é que o processo nunca termina realmente. Aprenda a apreciar o prazer de uma corrida fácil, tanto quanto a sensação de ultrapassar seus limites em um treino ou corrida. Valorize o tempo que você gasta com seus parceiros de treinamento e incentive o outro a melhorar. Não se deprima após uma corrida ruim nem deixe um treino ruim arruinar o seu dia. Lembre-se de que o treinamento é um propósito contínuo e quanto mais prazer você puder encontrar nele, mesmo nos dias mais difíceis, mais eficaz será o amanhã.

3. Valorizam a consistência.

"A melhor maneira de melhorar em qualquer coisa é fazendo isso de forma consistente", disse certa vez o técnico Joe Rubio.

Conselhos simples, certo? São, mas isso não significa que consistência é algo fácil de alcançar. Você precisa trabalhar nela todos os dias. Consistência não significa apenas correr regularmente (embora haja muito valor nisso), mas é mais sobre o desenvolvimento de bons hábitos que se tornam parte do seu estilo de vida. Quer você esteja muito em forma ou completamente fora de forma, a consistência ajudará você a eliminar desculpas em seu caminho para melhorar sua forma física, aumentando seu prazer e tornando-o um corredor mais eficiente.

Encontre um programa de treinamento que funcione para você e fique com ele em vez de perseguir a tendência da moda. Estabeleça uma rotina semanal que funcione para sua agenda e não hesite. Reserve tempo para os exercícios preventivos que você precisa fazer para ajudar a evitar lesões. Vá para a cama em uma hora razoável todas as noites. Lembre-se: o sucesso é o resultado de fazer as coisas certas, dia após dia, semana após semana.

"O principal é a consistência. Ainda estou trabalhando com o mesmo treinador, Dave Smith, então os treinos e o plano de treinamento se mantiveram bastante semelhantes de um bloco para o outro, ficando um pouco mais longos e um pouco mais rápidos a cada vez. Mas não há grandes saltos no treinamento, apenas dando pequenos passos", diz Ryan Vail, maratonista em ascensão.

4. Correm em velocidades diferentes.

Não seja uma maravilha em uma velocidade: mesmo que provas não sejam seu objetivo ou que não se considere super rápido, saia da sua zona de conforto algumas vezes por semana e faça treinos em diferentes velocidades e níveis de intensidade.


Embora abordagens regulares de corrida lenta a moderada ajudem você a manter sua condição física geral e aumentar sua resistência básica, a falta de variedade em sua rotina semanal acabará levando a um patamar físico e mental. A introdução de novos estímulos, como treinos intervalados ou sessões de subidas, apresentará um novo desafio, adicionará um elemento de diversão à mistura e acelerará os ganhos de condicionamento. Você está fazendo a maioria de suas corridas em superfícies planas? Ataque as subidas de vez em quando e desenvolva a força das pernas enquanto trabalha simultaneamente em melhorar sua forma de correr.

Finalmente, correr em diferentes velocidades e intensidades variando os terrenos acrescentará um novo prazer à sua rotina normal de corrida e quebrará a monotonia de correr no mesmo ritmo todos os dias, ajudando a evitar lesões por excesso de uso e contribuindo para torná-lo um corredor altamente eficaz.

5. Levam sua recuperação a sério.

A maioria dos corredores não gosta de falar sobre o que acontece durante o tempo de inatividade após um grande treinamento ou prova, porque a maioria dele, francamente, é muito chata. Dito isso, os corredores mais eficientes levam sua recuperação tão a sério quanto seu treinamento e corrida.

Um treinador sábio me disse uma vez: "Você é tão bom quanto você se recupera" e ele não poderia estar mais certo.

Por quê? Porque é na recuperação que as melhorias acontecem. Sim, você precisa de longões, treinos desafiadores e quilometragem semanal em ritmo moderado para sair da sua zona de conforto e levá-lo a melhores performances de corrida, mas se não conseguir se recuperar desses esforços, eles não estarão te fazendo muito bem. Sem descanso, você não está apenas negando ao seu corpo tempo para se adaptar ao estresse que está sofrendo e para disponibilizar os ganhos que conquistou, mas certamente começará seu próximo treino sem combustível, exausto ou possivelmente lutando contra doença ou lesão.

Enquanto você descansa - dormindo, relaxando no sofá no sábado à tarde, ou se engajando em algo um pouco mais ativo, como seus dias de corrida fácil ou aquecimento e desaquecimento - você está colhendo os benefícios de seus treinos intensos. Ossos, tecido muscular e sistemas de energia exaustos estão se auto reparando para chegarem mais fortes ao próximo treino e levar você a um nível mais alto de desempenho.


Não seja estúpido de treinar duro o tempo todo, se recusar a tirar dias de folga, diminuir sua quilometragem ou dar desculpas para não conseguir dormir o suficiente à noite. Os atletas de elite - alguns dos corredores mais eficientes que você encontrará em qualquer lugar - valorizam sua recuperação descansando o suficiente e fazendo o que for preciso depois de uma sessão de treinamento para garantir que eles estejam prontos para conseguir treinar novamente no dia seguinte.

6. Concentram-se na qualidade em detrimento da quantidade.

Mais não é ruim, mas nem sempre é melhor. Embora um cronograma lotado de provas, longões impressionantes e alta quilometragem semanal certamente ajudarão a promover melhorias e darão algo de que valha a pena se gabar com companheiros de treino - corredores altamente eficazes sabem que é a qualidade de suas provas e treinos que mais importam no fim das contas.

Ao planejar seu cronograma de provas, concentre-se em algumas corridas chaves ao longo do ano para chegar nelas no auge. Não importa o quanto você seja experiente como corredor ou quão bem você possa estar, você não pode estar "ligado" o tempo todo, nem pode realisticamente esperar ter um recorde pessoal a cada vez que pisa na linha de partida.

Em relação ao treinamento, os corredores altamente eficientes não forçam um 10º tiro em um intervalado se o seu ritmo começar a cair consideravelmente após o número 9. Cada quilômetro tem um propósito. Analise seu próprio histórico de treinamento para determinar a combinação certa de qualidade e quantidade para você. A fórmula será diferente para cada corredor. Lembre-se: não conte quilômetros - faça os quilômetros contarem.

7. Reconhecem e celebram suas conquistas - não importa quão pequenas sejam.

Como corredores altamente eficazes, estamos sempre olhando para o próximo objetivo, que é parte integrante da melhoria contínua. Igualmente importante, no entanto, é que dediquemos um tempo ao longo do caminho para reconhecer e celebrar nossas conquistas, não importa quão triviais elas pareçam.

Os corredores mais eficientes não subestimam suas realizações. Toda vez que você cruzar uma linha de chegada, mesmo que não seja o melhor que você esperava, seja grato por essa performance. Os resultados das corridas nunca são garantidos. Os recordes pessoais menos ainda. Cada linha de chegada é digna de pelo menos uma pequena comemoração.

E quando alguém parabeniza você depois de uma corrida, mesmo que tenha ficado aquém do que você pretendia fazer, seja gentil e diga pelo menos um "obrigado". Ninguém gosta de um corredor insatisfeito. Mesmo que você esteja desapontado com o seu desempenho, alguém que esteja assistindo pode se inspirar nele, e isso é certamente uma conquista não intencional que vale a pena comemorar no final do dia.

Finalmente, os corredores mais eficientes sabem que todos os dias em que eles foram capazes de correr valem a pena ser reconhecidos e comemorados, mesmo que essa comemoração seja tão singela quanto cumprimentar o parceiro após um treino difícil ou um sorriso de satisfação depois de um longão solo em um clima ruim. Nunca perca de vista o fato de que você conseguiu alguma coisa!
Abraços e beijos a todos e até a próxima! mrgreen

Fonte: Competitor.com (adaptado por Coelho de Programa)

Leia mais sobre: corredores, hábitos, corrida

Assine a NewsLetter do CoelhoDePrograma e não perca mais nenhum artigo!

Gostou da matéria? Comente logo abaixo! mrgreen

Copyright - Marcelo Coelho